Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foi bonito, pá!

por neves, aj, em 07.02.07

Antes de mais cite-se a diplomacia usada pelo Blogue da Embaixada no curtíssimo comentário ao desafio:
Num jogo disputado em Londres, terra da sua "mais velha aliança", Portugal saiu vitorioso por 2-0 contra a sua "mais velha amizade" – o Brasil. Depois de uma primeira parte em que o empate foi lisonjeiro para a selecção portuguesa, as substituições feitas na segunda metade do jogo acabaram por render mais frutos para Portugal.
Em tempos tão apaixonados quão conturbados, são assim de realçar palavras tão sensatas, livres de ufanismo e de qualquer manifestação exuberante, que informam desapaixonadamente respeitando o adversário derrotado e sem ferir minimamente a amizade entre as duas Pátrias que têm muitos mais traços em comum do que a separá-las, mas que incompreensivelmente teimam em virar as costas em tantos momentos.

O JOGO
Photobucket - Video and Image HostingEm estádio soberbamente emoldurado pela mistura das cores verde e amarelo e verde-rubro e com um relvado em ótimas condições, foi deveras agradável de seguir este Brasil vs Portugal e se se vier dizer que não foi aquele jogo por aí além, o certo é que houve emoção, com aplicação notória dos atletas de ambas as partes e onde, saúde-se, as picardias estiveram praticamente ausentes. Foi um amistoso com sabor bem oficial e com o pensamento naquela meia-final do Mundial 2006 que afinal não chegou a acontecer.
Portugal venceu o desafio, porque, tá claro, marcou por duas vezes e não sofreu e talvez tivesse sido mais feliz ou como se costuma dizer tivesse tido a "sorte do jogo". Não é da nossa competência fazer a análise, no entanto a maior ilação que Voz do Seven tirou desta vitória lusa, foi a vitória da personalidade com que os jogadores da Selecção Nacional Portuguesa se apresentaram perante as Camisolas Canarinhas da Selecção Brasileira... sim, porque por experiência própria, muitas vezes as camisolas ou camisas "jogam" por si próprias.

É um facto inquestionável que nos dias de hoje a Selecção Portuguesa está mais adulta e todo o lusitano pode estar cônscio que a Nossa Selecção tem estatuto para se bater de igual para igual contra toda e qualquer outra formação. Sem presunção o dizemos. Longe vão os tempos em que o nosso coração acelerava quando o esférico chegava à área portuguesa... agora, a defesa é mais sóbria, sujeita aos seus deslizes, claro, mas (pormenor tantas vezes esquecido) teremos que nos lembrar também do mérito dos avançados adversários. O meio-campo também nos dá confiança e esteve à altura do jogo, só que dá ideia que falta algo ou pelo menos faltou neste desafio (talvez nós é que colocássemos a fasquia demasiado alta) e verdade seja dita que talvez saibamos qual foi essa "falta", mas compreendemos perfeitamente já que passámos por situação similar (colocando as devidas distâncias) quando fomos obrigados a defrontar os Pinguins, a equipa onde nos formámos futebolisticamente e que à altura era considerada a única representante  da terra onde nascemos. Não é fácil, amigos, seja-se profissional ou não.

Photobucket - Video and Image Hosting

Sobre os quinas que têm que levar a bola p'ra frente em direcção à baliza adversária, ao gol, é mais difícil de falar, já que para além dessa têm outra missão com muito mais peso, mas não impossível de contornar, que é de não fazer sentir à malta, torcedores, a falta de Luís Figo. Sinceramente que gostámos do que vimos e, já com os próximos jogos no pensamento, acreditamos nesta frente de ataque com Quaresma, Postiga (Nuno Gomes, Hugo Almeida...) e Cristiano Ronaldo, e onde Simão Sabrosa estará sempre à espreita.

Com a Selecção Brasileira a dispor (ainda) de tempo para acertar as agulhas, p'ra Selecção de Portugal o andar sobre brasas continua, já que vem aí, em finais de Março, uma jornada dupla no Apuramento p'ro Europeu 2008. Importantíssima, note-se, em que é (quase) imperioso vencer a Bélgica em casa e não perder na Sérvia.

Ave Portugal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:05




calendário

Fevereiro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728