Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vasco da Gama

por neves, aj, em 20.02.07

Esta é uma daquelas entradas que tem dupla razão para existir. Aliás, tripla... quádrupla... por aí afora.

Photobucket - Video and Image Hosting</a>

Logo de imediato, diga-se que a imagem é um regalo para a vista e nem necessitaria de comentários dada a sua beleza... beleza tamanha que fica infinitamente engrandecida pelas duas estruturas triangulares coloridas com as tintas patrióticas. A segunda razão prende-se com a obrigação de divulgar o que o nosso novo Portugal tem de belo e majestoso. A seguir virá, talvez, a possibilidade de os nossos leitores/visitantes poderem viajar pelas fotos oferecidas porcasal amante da bela arte de retratar e, bem, outra das razões, que afinal deveria ser a primeira já que é a razão da colocação da Ponte Vasco da Gama no Voz do Seven, foi um comentário de um nosso leitor que é utente da referida Ponte e que, no seu Descontos Iguais, luta por compensação semelhante à praticada na outra ligação entre as duas margens do Tejo, a Ponte 25 de Abril.

... e, navegando, muitas outras justificações encontrareis.

Post-scriptum –há coisas... ao escrever a expressão e navegando, veio-nos à memória o fado Zé Cacilheiro, imortalizado pela voz do saudoso Zé Viana. Mais no intuito de o revelar cá em casa, procurámos pela rede e com alguma felicidade lá encontrámos o rapazote que levou com ele no bote uma varina atrevida... Ele, o fado, está inserido em 2 horas de rádio no programa AM:PM da autoria de Gino da Rádio Amizade Online. É importante registar que no seu Gino's podcast, o radialista permite-nos baixar (download) livremente os seus programas e até nos faculta a relação das músicas (playlist). Voz do Seven de imediato salvou este programa de clássicos da música portuguesa a que nos estamos a referir e hospedou-o no seuesnips onde pode ser acedido a qualquer momento, mas teve igualmente o cuidado de fazer uma página especial para mais fácil acesso. Virá a propósito referir que o Zé Cacilheiro [letra] está localizado na segunda hora, exactamente em 01:08:00 e em remate final, queremos enviar os nossos sinceros agradecimentos ao Gino.

CLÁSSICOS DA MÚSICA PORTUGUESA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

artigo von Hagens (VEJA)

por neves, aj, em 20.02.07

Médico e açougueiro

O anatomistaGunther von Hagensficou rico e famoso com suas "obrasde arte" feitas de cadáveres. Masestá na mira da polícia.

[Error: Irreparable invalid markup ('<pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<body bgcolor="#FFFFFF"><h2><font face="Verdana" color="#000080">Médico e açougueiro </font> </h2><div align="center"> <center> <table border="1" cellpadding="2" style="border-collapse: collapse" bordercolor="#FFFFFF" id="AutoNumber2" width="436"> <tr> <td width="28"><img src="http://fotos.sapo.pt/vozdoseven/pic/000062bg" alt="" width="136" height="200" BORDER="0"></td> <td width="397"> <p align="justify"><font face="Verdana" color="#000080"><b>O anatomista<i>Gunther von Hagens</i>ficou rico e famoso com suas &quot;obrasde arte&quot; feitas de cadáveres. Masestá na mira da polícia.</b></font></td> </tr> </table> </center></div><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm"> </p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm"><b><font face="Verdana" color="#000080" size="2">MarceloMarthe</font></b></p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="justify"><font face="Verdana" size="2" color="#000080">Nocentro da arena, o cadáver de um homem de 72 anos &#150; cujapele adquiriu um tom azulado depois de permanecer por oito mesesno formol &#150; repousa sobre uma bancada. Usando um jaleco azule o chapéu preto que se tornou sua marca, omestre-de-cerimônias entra em cena com um bisturi. Depois defazer uma incisão em forma de Y no tronco do morto, ele extraiseus órgãos: coração, pulmões, estômago, fígado e rins. Emseguida, abre seu crânio com uma serra, retira o cérebro e ocoloca numa bacia. A platéia vem abaixo. Esse espetáculomórbido ocorreu na Inglaterra no último dia 20, quando 350pessoas disputaram a tapa ingressos para assistir a uma autópsiapública conduzida pelo anatomista alemão Gunther von Hagens.Além delas, cerca de 1,4 milhão de espectadores acompanharam oevento pela TV. Foi a mais recente empreitada de um personagempolêmico. Von Hagens é o responsável pela exposição <i>BodyWorlds </i>(&quot;Mundos de Corpos&quot;), que desde 1996 já foivista por 10 milhões de pessoas em sete países e encontra-se emcartaz em Londres e Seul, na Coréia do Sul. Suas &quot;obras dearte&quot; são feitas com cadáveres de verdade, que têm a peleretirada para que se revelem em detalhes os órgãos, nervos,ossos, veias e artérias. As bizarras criações de Von Hagens&#150; apelidado de doutor Frankenstein pela imprensa britânica&#150; fazem sucesso, mas também têm causado mal-estar. Omédico está sob investigação, porque se suspeita da origemdos corpos de que ele se utiliza. Há também outra questão emjogo: aquilo que Von Hagens faz é arte ou simplesmente um showde horrores, que explora o corpo humano da maneira mais vulgar? </font> </p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="center"><font face="Verdana" size="2" color="#000080"><a target="_blank" href="http://www.esnips.com/doc/a4b69501-5ce7-46ac-82e5-192048869e0d/MUNDOS-DO-CORPO-(von-Hagens)"><font color="#FF0000"><b>APRESENTAÇÃO em <i>SLIDE</i></b></font></a> (von Hagens)</font></p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="justify"><font face="Verdana" size="2" color="#000080">Na exposição de Londres, pode-se ver uma mulher grávidadeitada numa pose clássica, com um feto à mostra em seu ventreaberto. Outra figura é a de um homem que ergue para o céu aprópria pele. Sobre um cavalo empinado, com todos os músculosà mostra, encontra-se um cavaleiro cujo corpo foi seccionado emvárias partes. Von Hagens alcança tais efeitos graças a umatécnica de conservação de cadáveres que inventou no fim dosanos 70: a plastinação. Ela consiste em substituir todos oslíquidos do organismo, como o sangue e a gordura, por um tipoespecial de silicone. Um corpo &quot;plastinizado&quot; não sópode ser conservado indefinidamente como também fica livre deodores e tem as cores de seus tecidos realçadas. É um processometiculoso e caro. Para preparar cada cadáver, consomem-se doismeses de trabalho e cerca de 140.000 reais. A invenção fez deVon Hagens um anatomista respeitado em seu meio profissional. Sóque ele acabou conseguindo bem mais que isso: fez de seu ofícioum trampolim para a fama e a fortuna.</font></p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="justify"><font face="Verdana" size="2" color="#000080">VonHagens transformou suas exposições num negócio lucrativo. Emseis anos, faturou o equivalente a 250 milhões de reais embilheteria. Hoje com 57 anos, ele vive na cidade chinesa deDalian, onde montou uma verdadeira indústria de conservação decadáveres. Afirma que sua &quot;matéria-prima&quot; provémexclusivamente de pessoas que o autorizaram a utilizar seu corpoapós a morte. Atualmente, haveria uma lista de espera com 4.500doadores em potencial. Neste momento, no entanto, a lisura deseus negócios é colocada em dúvida. A polícia daex-república soviética do Quirguistão acusa o médico de serreceptor de 500 cadáveres obtidos ilegalmente por uma academiade medicina do país, da qual ele é professor emérito. Sãocorpos de prisioneiros, indigentes e deficientes mentais &#150;uma parte dos quais estaria em exibição na mostra <i>BodyWorlds,</i> sem autorização dos familiares. Mesmo que essaconexão se revele infundada, o fato é que Von Hagens adentrouum terreno perigoso. &quot;Ele vem tratando cadáveres como umamercadoria qualquer. E isso fere a dignidade humana&quot;, dizVolnei Garrafa, presidente da Sociedade Brasileira de Bioética.Enquanto o anatomista realizava sua autópsia pública emLondres, uma multidão protestava em frente à emissora. Até aquinta-feira passada, a polícia inglesa ameaçava detê-lo porinfração ao código de ética médica do país.</font></p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="center"><font face="Verdana" size="2" color="#000080"><a target="_blank" href="http://www.esnips.com/doc/a4b69501-5ce7-46ac-82e5-192048869e0d/MUNDOS-DO-CORPO-(von-Hagens)"><font color="#FF0000"><b>APRESENTAÇÃO em <i>SLIDE</i></b></font></a> (von Hagens)</font></p><pstyle="margin-top:0cm;margin-right:0cm;margin-bottom:12.0pt;margin-left:0cm" align="justify"><font face="Verdana" size="2" color="#000080">Nas entrevistas, Von Hagens alega que seu trabalho tem cunhoeducativo. Em suas exposições, diz ele, o público podecomparar os pulmões de um fumante e de um não-fumante e ver osestragos que o álcool causa ao fígado. Trata-se de um argumentoestratégico: em países como a Inglaterra, ele só pode realizarsuas exposições e sair fazendo autópsias na TV se reivindicarum objetivo de divulgação científica. O anatomista nunca dizabertamente que o que faz é arte, mas é evidente que tempretensões nesse campo. Nada modesto, Von Hagens se consideracontinuador de uma tradição iniciada por ninguém menos do queLeonardo da Vinci. O gênio renascentista foi um precursor daanatomia moderna: dissecou mais de trinta cadáveres numa épocaem que a Igreja punia severamente essa prática e produziudesenhos com base em suas observações sobre o corpo humano.Também não é à toa que usa um chapéu preto: sua fonte deinspiração é um personagem do célebre quadro <i>A Aula deAnatomia do Dr. Tulp, </i>do holandês Rembrandt, que retrata umgrupo de médicos em torno de um cadáver durante umadissecação. Da pintura e da escultura clássicas, Von Hagenstirou as poses de muitas de suas obras. São paródias grotescasde estátuas eqüestres, de majas desnudas, de atletashelênicos. Da arte moderna, ele parece ter tirado o desejo dechocar. Quem viu sua exposição, no entanto, afirma que omédico está mais próximo dos charlatães que dos verdadeirosartistas. &quot;Não dá para encarar aquilo como arte: é sótrucagem&quot;, disse à VEJA o crítico de arte inglês David Lee<i>.</i>&quot;Tudo o que Von Hagens quer é se manter sob osholofotes.&quot; </font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25

música tunas

por neves, aj, em 20.02.07
</embed>

 
</embed>

 
AMORES DE ESTUDANTE LINDA DONZELA

São como as rosas de um dia,
Os amores de um estudante
Que o vento logo levou.
Pétalas emurchecidas
Deixam no ar um perfume,
De um sonho que se sonhou.

Capas negras de estudante,
São como asas de andorinha
Enquanto dura o Verão.
Palpitam sonhos distantes,
Alinhados nos beirais
No palácio da ilusão.

Refrão

Quero
Ficar sempre estudante,
P'ra eternizar
A ilusão de um instante.
E sendo assim,
O meu sonho de Amor
Será sempre rezado,
Baixinho dentro de mim.

Os amores de um estudante
São frágeis ondas do mar,
Que os ventos logo varreram.
Pairam na vida um instante
Logo descem, depois morrem
Mal se sabe se nasceram.

Mocidade, Oh! Mocidade,
Louca, ingénua e generosa
E faminta de ilusão
Que nunca sabe os motivos
De quanto queira o capricho
Ou lhe diga o coração.

Refrão
Quero
Ficar sempre estudante,
P'ra eternizar
A ilusão de um instante.
E sendo assim,
O meu sonho de Amor
Será sempre rezado,
Baixinho dentro de mim

Refrão
Linda donzela vem à janela que a Tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha para a lua que a noite é tua e o trovador
Enamorado canta enlevado trovas de amor

São teus cabelos ondas que o Douro leva para o mar
Lento embalo de melodia que faz sonhar
Barcos rabelos feitos de esperança de um teu olhar
E a Tuna ronda junto à Ribeira para te cantar

Refrão
Linda donzela vem à janela que a Tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha para a lua que a noite é tua e o trovador
Enamorado canta enlevado trovas de amor

Levo nos olhos a tua imagem, brando fulgor
Levo a Saudade, deixo esta Trova ao teu amor
Põe um sorriso, não te entristeças se a Tuna parte
Que o estudante, eterno amante, virá cantar-te

Refrão
Linda donzela vem à janela que a Tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha para a lua que a noite é tua e o trovador
Enamorado canta enlevado trovas de amor
</tr> </table> </center> </div>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:32

mail associação animal

por neves, aj, em 20.02.07

Photobucket - Video and Image Hosting

From: "Notícias & Apelos | ANIMAL" <noticias@animal.org.pt>
Reply-To: <noticias@animal.org.pt>
To: <noticias@animal.org.pt>
Subject: Saiba como ajudar a construir o futuro dos animais em Portugal ficando, em contrapartida, com um grande, fértil e paradisíaco terreno no distrito do Porto :: Oportunidade única para ajudar os animais ao mesmo tempo que investe num excelente terreno
Date: Mon, 26 Feb 2007 14:28:51 -0000

Preciosa oferta põe ANIMAL mais próxima de criar o primeiro Hospital ANIMAL com Centro de Resgate ANIMAL em Portugal :: Saiba como ajudar a construir o futuro dos animais em Portugal ficando, em contrapartida, com um grande, fértil e paradisíaco terreno no distrito do Porto.
A ANIMAL recebeu uma generosíssima e muito preciosa oferta que a coloca muito próxima de ter condições para criar o primeiro Hospital ANIMAL com Centro de Resgate ANIMAL em Portugal. Duas pessoas amigas da ANIMAL, de uma generosidade imensa, estão a pôr em venda um terreno de 16 hectares (160.000m2), localizado em Baião, distrito do Porto (ver detalhes abaixo), por 310.000 euros – valor de venda que reverterá integralmente para a criação do primeiro Hospital ANIMAL com Centro de Resgate ANIMAL em Portugal.

Nas belas encostas do Douro, em Baião, vende-se terreno agrícola / rústico de 16 hectares (160.000m2) muito fértil, com muita água (com mina e fonte).
Com grande potencial de valorização, sendo permitida a construção, este terreno é ideal para projectos turísticos (em especial de turismo rural e ecológico) e/ou para cultura agrícola (com grande potencial para agricultura biológica). O terreno é localizado a cerca de 15 min. do centro de Baião, a cerca de 1 hora do Porto, a cerca de 50 minutos de Vila Real e a pouco mais de 1 hora de Viseu – localização estratégica que faz a ponte entre três distritos. Um terreno paradisíaco numa zona lindíssima e muito sossegada mas suficientemente perto dos grandes centros urbanos. Encontra-se à venda por 310.000 euros, que reverterão integralmente a favor da criação do Hospital ANIMAL, o primeiro hospital veterinário sem fins lucrativos dedicado a ajudar os animais em Portugal.

Contacto: [+351] 91 663 21 99

Se estiver interessada/o em adquirir este terreno, seja para fazer deste a sua quinta de sonho, um projecto de turismo, uma quinta de cultura agrícola, ou para o fim que entenda, por favor contacte o 91 663 21 99 (contacto dos proprietários) para marcar uma visita ao terreno – esta é uma oportunidade única para oferecer uma ajuda decisiva aos animais em Portugal ficando, ao mesmo tempo, com um grande, fértil e paradisíaco terreno no distrito do Porto. Será um investimento literalmente único!

Se não puder ou não quiser adquirir este terreno mas conhecer alguém que possa estar interessado, por favor, pelos animais, não hesite em encaminhar esta mensagem para essa pessoa.

Photobucket - Video and Image Hosting

Entre outros projectos vitais que está a desenvolver para fazer avançar estruturalmente a protecção de todos os animais em Portugal (um destes projectos será lançado muito em breve), a ANIMAL está há algum tempo a preparar as bases para a criação de estruturas vitais, como o Hospital ANIMAL, que será um hospital veterinário único no país, preparado e equipado da forma mais moderna, e que terá como missão socorrer e prestar cuidados médicos de urgência a animais feridos ou doentes, prestar cuidados de saúde continuados profilácticos e terapêuticos a animais, e apostar grandemente na esterilização de cães e gatos para prevenir a reprodução descontrolada destes, que é um dos principais factores causadores da sobrepopulação de animais errantes em Portugal (presentemente, estima-se que cerca de 1 milhão de cães e gatos vivam errantes em Portugal, não tendo acesso a alimentação, cuidados de saúde ou qualquer segurança, morrendo das mais diversas formas, num país que não os tem protegido e que a ANIMAL espera que, com as novas estruturas que pretende criar, passe a protegê-los). O Hospital ANIMAL será um estabelecimento sem fins lucrativos e com serviços veterinários de excelência prestados a baixo custo (e gratuitamente, em todos os casos em que tal seja necessário), que terá como missão única servir os animais. Para isso, contará com uma Divisão Anti-Crueldade & Anti-Tráfico, uma unidade especial que se encarregará de prevenir e combater, no terreno, a crueldade cometida contra animais e o tráfico de animais, e que, para cumprir a sua função, estará apoiada por uma Procuradoria ANIMAL, um departamento jurídico com advogados cuja tarefa diária será, em cada caso, recorrer a todos osinstrumentos jurídicos disponíveis para proteger e servir os animais. OHospital ANIMAL terá um Centro de Resgate ANIMAL incorporado, que será um centro onde animais apreendidos e resgatados de situações de abuso e/ou abandono serão colocados, recuperados e protegidos. Outro projecto vital da ANIMAL, que complementa este grande objectivo, é a construção do primeiro Santuário ANIMAL em Portugal, um estabelecimento único onde serão recriadas as condições naturais e ideais de vida para os animais que nele forem protegidos permanentemente, onde terão a oportunidade de serem felizes passando o resto das suas vidas em segurança, livres da exploração, do abuso e da violência de que antes possam ter sido vítimas. Uma vez que a área mínima do terreno necessário para a criação de um bom Santuário ANIMAL é de 30 hectares (300.000m2), e o terreno que agora nos foi oferecido tem, infelizmente, “apenas” 16 hectares (160.000m2), os proprietários do terreno colocaram-no à venda para que a totalidade do dinheiro conseguido pela venda deste seja inteiramente canalizada para a criação do Hospital ANIMAL com Centro de Resgate ANIMAL, apoiado por uma Divisão Anti-Crueldade & Anti-Tráfico e uma Procuradoria ANIMAL (o Santuário ANIMAL é, contudo, também uma prioridade, razão pela qual a ANIMAL continua a trabalhar para o criar).

Photobucket - Video and Image Hosting

Se tiver um terreno com pelo menos 30 hectares (300.000 m2) de área, e onde a construção seja permitida, e o quiser doar à ANIMAL para a criação do Santuário ANIMAL, por favor contacte-nos através do
projectosantuario@animal.org.pt

Se tiver um imóvel, ou outro bem, de que não precise e que possa querer doar à ANIMAL para que possa ser vendido de modo a que o valor reverta parcial ou integralmente a favor do Hospital ANIMAL e/ou do Santuário ANIMAL, por favor contacte-nos através do
hospitalanimal@animal.org.pt

Por favor, não guarde esta mensagem apenas para si: Reencaminhe-a para as pessoas que conhece que também se preocupam com os direitos dos animais. Acredita que o trabalho da ANIMAL é importante? Então, por favor, APOIE-O
Faça o seu Donativo HOJE mesmo.
A ANIMAL é uma organização não-governamental que desenvolve campanhas de educação e informação do público acerca dos animais, das suas características e necessidades, e do modo como estes são negativamente afectados pelas diversas indústrias que os exploram. Além destas acções de educação, a ANIMAL desenvolve também campanhas de alerta e protesto, investigações especiais e denúncias públicas, envolvimento da comunicação social na exposição pública da crueldade contra animais, acções judiciais, e contacto com autoridades e decisores políticos, para promover o avanço do respeito pelos direitos dos animais e a sua protecção.

Photobucket - Video and Image Hosting

Por favor, faça HOJE um donativo à ANIMAL e apoie o trabalho desta em defesados direitos dos animais. NIB: 003600939910003447469 (Montepio Geral).
Com apenas 1 Euro por Semana = 4 Euros por Mês, pode ajudar a ANIMAL a  salvar animais e defender os seus direitos em Portugal. Faça o SEU donativo
HOJE MESMO.

Photobucket - Video and Image Hosting


Torne-se sócia/o da ANIMAL e apoie a organização na defesa dos direitos dos animais. Inscreva-se através de socios@animal.org.pt

Junte-se à Lista de Activismo da ANIMAL. Inscreva-se enviando um e-mail em branco para
activismo_animal-subscribe@yahoogroups.com

Junte-se ao Grupo de Redacção de Cartas da ANIMAL. Inscreva-se enviando um e-mail em branco para
cartas_animal-subscribe@yahoogroups.com

Para mais informações, por favor contacte a ANIMAL através do e-mail
info@animal.org.pt

ou visite o site
http://www.animal.org.pt/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:56




calendário

Fevereiro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728