Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Crianças Desaparecidas

por neves, aj, em 26.05.07

25 de Maio
Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

Photo Sharing and Video Hosting at PhotobucketOntem (só o soubemos hoje) foi Dia Internacional das Crianças Desaparecidas. Fazemos referência à data por elas, em solidariedade e pelo seu bem-estar (apesar de tudo é possível encontrarem-se bem -relativamente, claro- já que nem todas cairão nas malhas da pedofilia) e, muito especialmente, pensando em suas famílias que carregam a mais pesada das cruzes, a dúvida e, por vezes, um sentimento de culpa auto-flagelador que lhes destrói lentamente a vontade de viver.
Em desabafo, e aproveitando a circunstância, impõe-se referir a razão de nas páginas de Voz do  não ter sido focado, até hoje, o desaparecimento da menina inglesa há perto de um mês no sul de Portugal, no Algarve. Claro que nada nos move contra a pequenaMadeleine nem contra o facto de ela não ser portuguesa. Nada disso, apenas nos apercebemos, desde logo, que quanto a divulgação tudo e mais alguma coisa estava a ser feito não só no pequeno rectângulo à beira-mar plantado como no Reino Unido e Europa e um pouco por todo o mundo, inclusive aqui no Brasil onde a menina inglesa, o aldeamento turístico no Algarve, Portugal e o trabalho da Polícia Judiciária Portuguesa (focaram-se críticas feitas pela media inglesa) viraram notícia.

Quanto ao caso... os dias foram passando e a divulgação do dito tomou tão enormes proporções que até nos pareceu obsoleto fazer entrada aqui no Voz dada a pequenez da audiência que temos. É certo que nunca se sabe e que por uma questão de consciência talvez o devêssemos ter feito, mas as "outras" senhores, aquelas outras crianças desaparecidas filhas de famílias incognitamente anónimas sem recursos sem  sites na web sem direito à solidariedade de craques de futebol (terás muito trabalho social a fazer na Madeira caro Cristiano Ronaldo) sem direito a projecção da foto em ecrãs gigantes (telões) ou em pacotes de leite ou sumos (sucos), ninguém pensa nelas?

Por tudo isto, talvez, por acharmos desnecessária a colaboração e ao mesmo tempo acharmos que a cobertura jornalística e o entusiasmo de pesquisa, de procura dos desaparecidos deveria ser feito por igual é que, talvez por instinto, nos fechámos.

A explicação, desnecessária, está dada e só resta lembrar que já há muito tempo que Rui Pedro [a luta de sua mãe apaixona-nos, mas desiquilibra-nos emocionalmente] faz parte das páginas do Voz como também a pequena Joana que um dia foi comprar leite lá numa aldeia em Portimão e nunca mais foi vista, embora a Justiça tenha determinado que ela foi brutalmente assassinada com destruição do pequeno cadáver pela própria mãe e um tio... ainda outras crianças procuradas fazem parte do nosso espaço e até criámos uma página dedicada às pessoas desaparecidas, especialmente direccionado a Portugal e Brasil, com link bem visível na página principal (home page) de cada um dos Voz do Seven.

Já que se torna praticamente impossível a mudança de atitude dos maníacos, resta-nos desejar que as polícias de todo o mundo se debrucem ainda mais no estudo de combate a este flagelo social.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21




calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031