Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tanto mar

por neves, aj, em 17.08.07

TANTO MAR - Chico Buarque

1975 (primeira versão)

Sei que estás em festa, pá
Fico contente
E enquanto estou ausente
Guarda um cravo para mim

Eu queria estar na festa, pá
Com a tua gente
E colher pessoalmente
Uma flor do teu jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Lá faz primavera, pá
Cá estou doente
Manda urgentemente
Algum cheirinho de alecrim


Letra original, censurada...
Gravação apenas em Portugal, 1975

1978 (segunda versão)

Foi bonita a festa, pá
Fiquei contente
E inda guardo, renitente
Um velho cravo para mim

Já murcharam tua festa, pá
Mas certamente
Esqueceram uma semente
Nalgum canto do jardim

Sei que há léguas a nos separar
Tanto mar, tanto mar
Sei também quanto é preciso, pá
Navegar, navegar

Canta a primavera, pá
Cá estou carente
Manda novamente
Algum cheirinho de alecrim

versão censurada

OUVIR 

segunda versão

OUVIR

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Entre de peito...

por neves, aj, em 17.08.07

... na luta contra o CANCRODA MAMA
(crónica paratodas as idades e para ambos os sexos, embora com acentuado recado aos homens)

Photo Sharing and Video Hosting at PhotobucketO Câncer deMama, como pelo Brasil é denominado, não é problema exclusivo do sexofeminino. Para além de poder atingir o homem já que ele também possuiglândula mamária, cada um de nós do sexo masculino tem, independentemente detoda e qualquer tendência sexual, pelo menos uma mulher atravessada na suavida: a mãe, a primeira mulher que conhecemos.
Com ela, com a mãe, temosdesde logo ainda célula zigótica umpré-conhecimento carregado de cumplicidade que se vai prolongar durante nove meses, em média, antesde ver a luz do dia. Depois, alguns felizardos têm ainda direito ao alimento que o seu organismo misterioso fabrica, o leite, leite fornecido por esta mesma mama de que estamos a falar e que com o avançardo calendário eventualmente pode adoecer de forma grave. Assim, com o que foiacabado de ser exposto já temos razões mais que suficientes para nosdebruçarmos, homens e mulheres, sobre o problema e de o olhar com frontalidade,encarando-o como forcado perante a cara do touro.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Outros homenshá que têm o privilégio máximo de ter mais uma mulher na sua vida: umafilha. Filha esta que cresce inocentemente rodeada de mimos e carinhos comomenina do papá que é, mas que a Natureza e as hormonas (hormónios) seencarregam, de uma ou outra forma, de lhe moldar o corpo, proporcionando-lheainda o amadurecimento dos seios, a mama, e a capacidade de produzir célulasreprodutoras, transformando-a assim numa mulher adulta capaz de gerar e de darcontinuidade à espécie. Contudo, é necessário levar em consideração que amenina mulher ainda  jovem que pode ser mãe e tornar o seu pai em avônão está livre de ver a sua mama adoecer. A menina mulher ainda jovem develevar em consideração que o problema não é exclusivo dos quarentase cinquentas e de jeito nenhum deve descurar os cuidados preventivos como o auto-exame,simples e pessoal, mas que é importante e pode ser crucial na detecçãoprecoce.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Ainda outroshomens existem que acrescentam mais uma mulher na sua vida: a companheira.Companheira definida às vezes como esposa e muitas vezes por "minhamulher" e que é importante na estabilidade emocional de um homem e que temuma "estranha" capacidade de o compreender, melhor dizendo de oaturar. São motivos mais do que suficientes para a admiração e compreensão masculinas (que por vezes escapam) e, consequentemente, mais uma forte razão para que o homem atente aoproblema de que estamos aqui a tratar: o Cancro da Mama. 

Já com acrónica prestes a findar, seria no entanto injusto não ser focada aqui umaoutra mulher que haja, uma outra que embora não faça parte da vida actual deum homem merece respeito e admiração se do seu ventre nasceu fruto, menino oumenina, desse homem.

A mensagemestá entregue... repassem!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Em complementodeixamos ligações que merecem a vossa atenção e dedicação. Atrevemo-nos adizer que sem a consulta aturada a esses documentos esta nossa missão deALERTAR PARA O CANCRO DA MAMA [CÂNCER DE MAMA] poderá ficar incompleta...agradecidos.

CANCRO DA MAMA – artigo no Voz com múltiplas ligações a sites importantes
ENTRE DE PEITO NESTA LUTA – PowerPoint com mensagem fecunda e esclarecedora
CANCRO DA MAMA – vídeo realizado por alunos de uma Escola portuguesa
UM GESTO DE AMOR – vídeo que nos revela de forma magistral e sublime o amor e uma forma de combater a exclusão e o preconceito

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55

Leituras modernas

por neves, aj, em 17.08.07

Photo Sharing and Video Hosting at PhotobucketHá estantes eestantes, assim como há leitores e leitores.
Há estantes demadeira, soberbas ou de material prensado, e há estantes que não são maisque prateleiras como outras quaisquer. Há estantes que são uma autêntica bagunça de livros quesão lidos ou que se vão lendo e/ou consultando e há estantes que asilamlombadas, não necessariamente de folhas unidas, com nomes de grandes autoresartística e estrategicamente colocadas por decoradora especializada paravisitante ver.
Há leitoresque lêem tudo e mais alguma coisa e outros apenas um determinado género ouautor. Há leitores que lêem comodamente sentados em cadeira, sofá ou até nasanita/privada e outros que preferem deitados, na cama, na relva/grama ou banco dejardim.
Agora,estante/sala de leitura como a da imagem é que nunca tínhamos visto.Verdadeiro luxo.

LITERATURA EMPORTUGUÊS

Bom, mas emresumo: quaisquer que sejam os formatos que haja sempre estantes, masonde o pó não amontoe e que haja sempre leitores, mas verdadeiros e fiéis eque não daqueles que adquirem livros a metro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:39




calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031