Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Envelhecer

por neves, aj, em 23.08.07

PODE SER CHATO,MAS É A ÚNICA MANEIRA DE SE VIVER MAIS ALGUNS ANOS

Photo Sharing and Video Hosting at PhotobucketA expressãonão é nossa antes faz parte de um PowerPoint, apresentação em slide, que onosso amigo João nos enviou. Acompanhada por trilha sonora animadíssima a mensagem deve ser calmamente apreciada e degustada, não só pelos que estãomais pertinho, mas também pelos mais novos já que no mundo conturbado em quehoje vivemos alcançar a velhice é cada vez mais um privilégio.
A concepçãode velhice foi-se alterando ao longo dos tempos muito fruto da mudança dementalidades e da forma de encarar o final da vida e actualmente um velho éidoso e a velhice é terceira idade. Deixaram de existir asilos para se criaremlares de terceira idade ou de repouso, o velho passou a ser entradote nos anos eo orgulho de ter um velhote na família cresceu grandemente naconsideração dos maisnovos. Por si, a Medicina evoluiu, criou até especialidade própria (geriatria)e a esperança de vida, com o apoio inequívoco de instituições e governos,foi aumentando... o que, paradoxalmente, levantou o problema de ocupação dostempos livres dos nossos velhotes e velhotas, claro está. Muito se tem feito,criaram-se inclusive os direitos do idoso e hoje um idoso participa emvariadíssimas actividades, físicas e mentais, próprias para a sua condição.O lazer tem sido uma das prioridades de muitos governantes principalmente anível autárquico e é ver os nossos menos jovens a participar em grupos deteatro, de dança, em carnavais ou passeios a locais que jamais imaginaram ver.


No entanto,muitos continuam fiéis às suas convicções e àtradição e preferem a sombra da copa de um frondosa árvore ou a mesa de umcafé ou bar para botar a conversa em dia ou disputar uma animadíssima partidade Jogo da Sueca ou de Jogo das Damas (vá lá entender-se a preferência outendência desta idade por jogos de nome feminino) e assim está explicada arazão de termos ornamentado esta entrada com a imagem de um tabuleiro em xadrezpróprio para o dito jogo das madames, mas também para um outro jogo, océlebre Xadrez, quiçá mais intelectualizado com movimentos mais elaboradospor peças distintas que muitos artífices transformam em verdadeiras peçasde arte sendo as mais comuns, talvez, as peças de xadrez artisticamentetrabalhadas em marfim ou cristal... outras haverá, com algumasdelas, porém, umpouco descabidas de serem expostas agora aqui nesta entrada.

Apologistas quesomos da escrita encadeada, já terá dado para perceber, em que o ponto finaldo parágrafo anterior dá seguimento à ideia do seguinte, está mesmo a ver-seque o nosso remate final acaba em jogo.
Em jogo de xadreze de damas.
O primeiro jogoque vos apresentamos, o de Xadrez, é bem triste, demasiado, embora também nosmostre cenas bem divertidas e que, afinal, a imaginação fértil pode jamaismorrer. Muito bem elaborado, encaixaprimorosamente no título que demos à entrada: envelhecer... mas
envelhecer assim,a sós, como neste vídeo é que não queremos, não o desejamos para ninguém epublicamos para apelar à vossa sensibilização.
Já o segundo,o das Damas, é paraser jogado. Odesafiante é um computador e o internauta, após identificação, podeescolher pretas ou brancas e o grau de dificuldade tendo em conta o seu nívelde conhecimentos. Claro que este nosso parágrafo não é mais que um desafio dirigido inteiramente ao nosso amigo João por grande adepto deste jogo,mas fica desde já o aviso caro João que durante a partida o computadorvai-te informando quem está em vantagem e a meio do desafio ele pode dizer-tese vais vencer ou se já perdeste. Verdade. É que foi descoberta, ao fim de 20 anos deestudo, a solução do Jogo das Damas. Quer dizer existe um jogada perfeita paratodas as cerca de 5 x 100 000 000 000 000 000 000 jogadas possíveis. O
Chinook,o sabichão das damas, sabe qual é ela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:21




calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031