Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pomba da Paz

por neves, aj, em 11.12.07

Photo Sharing and Video Hosting at PhotobucketO autor assim lhe chamou, apesar de não nos apercebermos do tradicional raminho de oliveira no bico.
Certamente que a sua principal intenção foi colocar irmãmente lado a lado todas as nações do mundo independentemente das suas crenças religiosas e políticas, etnias e rendimentos de produção, construindo como que um globo sob a forma de Pomba, a ave por excelência ligada à Paz.
Sabemos que devíamos ter guardado o endereço, mas penalizamo-nos por já não sabermos o local onde avistámos a pomba que como vemos é construída por bandeiras de alguns países do mundo e cuja disposição nos revela coincidências deveras curiosas não sabendo nós se por intenção clara do autor.
A situação mais harmoniosa, e claro aquela de que logo nos apercebemos, é a disposição lado a lado das duas pátrias lusófonas que nos ocupam as entranhas. Elas ajudam a construir o soberbo peito da ave e apartando a importância de cada uma das partes de um organismo sabemos nós que peito é sinónimo de coragem, alma.
Mas um olhar mais atento levou-nos a deparar com duas situações deveras caricatas:
Uma delas é a colocação de uma bandeira árabe entre a da França e a de Israel. Se o lado-a-lado entre árabes e judeus é mensagem que deveria ser seguida por ambas as partes e transformada em mãos-dadas já o tête-a-tête com os franceses nos parece deveras irónico sabendo nós os problemas que a pátria de Victor Hugo enfrenta actual e principalmente com os filhos dos emigrantes árabes que embora muçulmanos por cultura muitos serão tão franceses quanto os descendentes dos ancestrais gauleses. As três bandeiras estão alinhadas logo abaixo da asa.
A segunda situação coloca-nos em união vertical Cuba de Fidel com a Venezuela de Chávez que tem do seu lado os Estados Unidos de Bush. As bandeirinhas ocupam parte da asa e todo o mundo deve calcular quem é que desejava bater asa dali.

Pronto... e chegámos ao fim da brincadeirinha das bandeiras em perfeita Paz que, convenhamos, deveria ser copiada e seguida por cada uma delas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42




calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031