Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pérola amarga

por neves, aj, em 15.03.08

Em perspectiva poderá estar um jogo com muitos golos...
...sítioMaisFutebol antes do Académica de Coimbra 0-0 Belenenses.
À parte a pérola jornalista será que perante tamanha míngua de vitórias e quando faltam 7 jornadas para o termo do campeonato temos já de começar afazer contas? Rais partam, adivinha-se sofrimento...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51

Quem foi o gajo?

por neves, aj, em 15.03.08

99,7
é a percentagem pela qual Alberto João Jardim foi eleito presidente da Comissão Política Regional do PSD-Madeira
jornal Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13

Unipalmares

por neves, aj, em 15.03.08

CLICAREm sociedade onde o desequilíbrio é notório nasceu uma universidade (em 2004) "... com a missão de incluir os negros brasileiros no ensino superior. É a única universidade com esse perfil na América Latina. Metade das vagas do vestibular é reservada para negros." [folha online]
Foi criada por uma organização não-governamental (ONG Afrobrás) e recebeu, mui a propósito, o nome de Unipalmares, Universidade da Cidadania Zumbi dos Palmares. Tem sede em São Paulo na Barra Funda (zona oeste) e quase 90 (noventa) por cento dos seus alunos são negros autodeclarados. Recentemente a Unipalmares conseguiu lançar no mercado de trabalho os frutos da primeira gestação de quatro anos apesar de todas as dificuldades como frisa o seu reitor, José Vicente, na citada página do folha online: "Estamos, aos poucos, vencendo as dificuldades, como esse mercado, que briga por cada aluno, e a incompreensão de parte da sociedade. Ainda há um grau de racismo no país".
CLICARE na passada Quinta-feira houve cerimónia comemorativa da formatura (clicar na foto) da primeira turma de alunos do curso de Administração da Unipalmares. Estiveram presentes altas individualidades entre elas o Presidente da República Federativa do Brasil, Lula da Silva, que ao seu estilo não deixou de criticar o preconceito racial e a falta de espaço que os afrodescentes têm na sociedade brasileira. Merece destaque esta parte do seu discurso: "A gente tem que acreditar que o Brasil começou a mudar, porque a gente não via um negro no banco há muito tempo, a não ser se fosse para depositar dinheiro para o seu patrão. A gente não via negro dentista nem médico. Poucos negros são advogados. Eu lembro o esforço que fiz para encontrar um negro para levar para a Suprema Corte deste país". [folha online]

fotos da formatura fotos da universidade

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41




calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031