Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O que é a Dislexia?

por neves, aj, em 07.05.08

quem é Lara Guina

A opinião de LARA GUINA

O que é a Dislexia?

PhotobucketAinda nos dias de hoje, as dificuldades de leitura e escrita continuam a constituir um dos principais obstáculos que surgem ao longo da escolarização. Assim como consequências, surgem também dificuldades noutros domínios de aprendizagens, condicionando todo o percurso escolar do aluno.
A dislexia é entendida como uma perturbação da linguagem que se manifesta na dificuldade de aprendizagem da leitura e da escrita, em consequência de atrasos de maturação que afectam a área motora, a capacidade de entender a relação entre o espaço e tempo e a percepção visual, a atenção, a capacidade de identificar números e letras e, a competência social e pessoal, em sujeitos que apresentam um desenvolvimento adequado para a idade e aptidões intelectuais normais. Estas crianças têm uma inteligência normal, que corresponde à sua idade.
Estas crianças apresentam dificuldades na articulação de palavras e letras, fusões entre fonemas ou omissões de sílabas ou trocas; mais tarde, estas passam a utilizar um vocabulário pobre, uma compreensão verbal deficiente ou falta de capacidade de expressão. A coordenação motora é também afectada, pois evidenciam um atraso na estruturação e no conhecimento do esquema corporal; dificuldades na discriminação de cores, formas, tamanhos e posições; dificuldades motoras na realização de exercícios manuais e de grafismos; tendência para a escrita em espelho
É muito importante que a nível educacional se possa fazer um correcto enquadramento, não só na escola mas também em casa. Estas crianças devem ser encorajadas a ler e a escrever, mesmo que cometam erros. Por exemplo atribuir a uma criança com dislexia responsabilidades na turma (delegado de turma, apagar o quadro) pode trazer vantagens. Um professor deverá proporcionar a estas crianças atenção individualizada, confirmar sempre se compreenderam as tarefas que lhe foram propostas e, deve também privilegiar a avaliação dos conhecimentos na oralidade e evitar situações que possam provocar desconforto e vergonha.
O apoio dos pais, em colaboração com os professores, é fundamental: ambos devem compreender e aceitar a natureza das dificuldades da criança disléxica, facilitando o desenvolvimento pessoal e educativo desta. Devem também proporcionar-lhe um ambiente afectivo seguro e estimulador que apoie a aprendizagem e que transmita confiança.

Lara Guina
Psicóloga Clínica

http://laraguina-psicologa.blogspot.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51

Burro de Miranda

por neves, aj, em 07.05.08

PhotobucketEste é o Calimero, é um burro transmontano.
Sabemos que burros há muitos (e em todo o lado) mas o Calimero é um burro especial. É mirandês e a espécie está em extinção. Por esse motivo é que ele veio até aqui, para nos alertar e pedir uma ajudinha para que a sua família não desapareça. Claro está se for possível já que ele sabe perfeitamente que a vida não está para grandes floreados, mas também não pede nada do outro mundo.
Queixa-se ele que nem sempre é ouvido e que não ligam patavina para que continue ou não a existir. Ingratidão, zurra entre dentes. Calimero lamenta-se que devido à sua condição de burro sofra muitas vezes de preconceito, principalmente por não ser cavalo, mas recorda que afinal burro é também um ser vivo criado pela Natureza e que, note-se bem, muito contribuiu (e continua) para a instalação do Homem na Terra ajudando-o nas mais variadas tarefas em que o transporte de pessoas e bens assumirá a primazia. De orelha bem altiva, lembra a todos que a sua espécie, asinina, sempre esteve ao serviço das classes mais desfavorecidas e que na Antiguidade chegou a transportar reis como aquele que morreu pregado na cruz que os pecadores trazem ao peito.
Bom, felizmente que nem todos desprezam Calimero e seus amigos e algumas boas almas uniram-se em associação criando uma ONG, organização não governamental, para proteger o Burro de Miranda. Ela tem nome, Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino - AEPGA que no sítio oficial a navegar pelas ondas da rede diz das suas pretensões: "... a preservação e aproveitamento desta raça autóctone de forma a salvar um património genético, ecológico e cultural único no nosso país. Pretende-se também revalorizar a imagem do Burro a nível nacional, particularmente do Burro de Miranda...".
PhotobucketApresentada a AEPGA, recordemos então o pedido feito por Calimero para que cada um dentro das suas possibilidades possa ajudar na sobrevivência destes  belos e castiços animais. Essa ajuda pode vir na forma de donativos ou na aquisição de pequenas lembranças, como burricos de peluche (pelúcia), porta-chaves (chaveiros), T-shirts (camisetas) ou sacos para compras que podem ser encomendadas naLojinha virtual do sítio. Mas onde o estimado leitor pode ainda ajudar e de uma forma bem peculiar e que até lhe pode dar um gozo extremo é adoptando um burro. Verdade. Pode tomar como seu afilhado o já celebrizado Calimero, o Buxo ou mesmo o Cuca.  Bem como outros cujas fotografias estão expostas em lugar próprio no portal. No entanto o leitor não se assuste que não tem de aumentar as instalações aí em casa, já que o animal irá permanecer no mesmo local de acolhimento que a associação há muito criou e quem adopta receberá uma fotografia (não sabemos se autografada) e um certificado que o torna padrinho, para além de receber um boletim informativo sobre o desenvolvimento do seu burrito.
E chegou ao fim a festa do escrito que nos deu tremendo gozo. Penalizando-nos por ir para o ar quase seis meses depois do previsto enviamos as devidas desculpas pelo atrasozito à prima que há largos anos se tomou de amores por Trás-os-Montes e em atitude que não deve ser considerada de remediação antes solidária construímos duas gracinhas na esperança de divulgar ainda mais a causa do já nosso amigo Burro de Miranda... basta um clique.

apresentação de slides PowerPoint vídeo alojado no YouTube

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02




calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031