Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Voz fofoqueiro

por neves, aj, em 04.07.08

Photobucket

Mercury no seu melhor...
Daniela Mercurysurpreende Alinne Rosa da banda Cheiro de Amor com selinho, dosjornais.
Selinho? Tá bem, tá...
Bom, claro que não é da nossa conta e só noticiamos para aproveitar a carona e vos conduzir até à voz (sempre) gostosa e tão quente quanto o pequeno planeta mais próximo do Sol.

[para arrematar a fofoca, um clique na foto, claro]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:27

Fortaleza flutuante

por neves, aj, em 04.07.08

PhotobucketCarregar e transportar sobre as ondas é com ele... e se mais houvera, mais transportaria. Para ele toneladas é igual ao litro, ao quilo desculpem. Parece assim não restarem dúvidas  algumas que este monstro de linhas tão inusitadas é capaz de levar meio mundo para o lugar do outro meio. Em apresentação de slides consideram-no, em companhia de mais três, como uma das maravilhas da engenharia do século XXI. Claro que concordamos e se escolhemos para destaque o enorme navio mercante, em prejuízo das demais maravilhas, foi simplesmente porque a par da monumental potência dos seus motores usa uma técnica de carregamento tão simples que até parece brincadeira. Digamos que, e se nos é permitido, um pouco à semelhança da espectacular, mas também simples, técnica das eclusas que nos agarram a atenção durante horas, embora aqui com o nosso gigante a trabalhar em alto mar a água e a sua força impulsora não sejam aprisionadas.
Verdade. Sabeis então já como é que o navio menor, aparentemente um navio de guerra (corveta ou coisa assim) foi parar ao convés da fortaleza? Comprovem-no em ENGENHARIA MARAVILHOSA do nosso século e deliciem-se também com as outras maravilhas entre as quais a auto-estrada impossível e uma autêntica alucinação, não sabendo nós se rodoviária ou fluvial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

O astronauta de Salamanca

por neves, aj, em 04.07.08

Eram os deuses astronautas? O astronauta de Salamanca não é nenhum deus, definitivamente. Aproveite-se para alertar que nem tudo o que reluz na internet é valioso, digno de crédito.

PhotobucketMuitos da nossa geração certamente que viram o filme Eram os deuses astronautas? em que eram apresentadas situações de difícil explicação terrena mas não atribuídas a um deus qualquer antes sim a outras formas de vida que residissem (ou residam) em outros pontos do Universo e que eventualmente tivessem habitado o Planeta Terra ou que de um modo ou de outro viessem até cá para "dar uma ajudinha" aos nossos antepassados terráqueos. Falamos, claro, dos extra-terrestres, os célebres ETs mais recentemente imortalizados no cinema por  Spielberg e  assim designados por serem seres d'além Terra.
Está claro que é matéria de fácil especulação e no meio de tanta dúvida a fértil imaginação de cada um de nós pinta o quadro que mais  lhe pode agradar. Já não bastassem essas tantas dúvidas, muitas delas cientificamente consideradas como isso já que a mente humana actual não o consegue explicar, surgem ainda os "fazedores de dúvidas" a deitar mais areia nos olhos do comum mortal.  Um caso flagrante recebemo-lo há uns dias em apresentação de slides PowerPoint, bem pobrezinha diga-se de passagem, que redigida em inglês (quiçá para elevar a dúvida) se apresentava assim, apenas, no primeiro diapositivo: Mistery... e logo no segundo qualquer coisa como Cathedral built 1102 Salamanca Spain.  Ou seja, o "fazedor" não nos mostra (ainda) nada, só nos avisa que iremos observar um mistério na Catedral de Salamanca, Espanha, construída em 1102, há mais de 900 anos. Seguidamente então é que nos são oferecidas fotografias da Catedral e de aproximação em aproximação somos levados ao pormenor que a imagem acima nos mostra: um astronauta. Sem dúvida alguma que é um astronauta esculpido  em coluna ou porta de Catedral construída há 9 séculos.
Claro que um céptico em ET's vai logo dizer que é uma montagem fotográfica e é capaz de mandar logo para o lixo o PPS que recebeu via e-mail, no entanto tanto os crentes como os  que "ficaram na sua", em dúvida, não acreditando totalmente mas também não desdizendo, enviam para os amigos, estes para os seus e aí temos o astronauta de Salamanca a dar a volta ao mundo.
Acidentalmente (perdemos a mania de empregar por acaso) o caso do astronauta de Salamanca já não era novidade para nós e sabíamos da história.   Nem estávamos para ligar mais ao assunto, afinal era apenas mais uma patranha que circulava pela rede entre milhentas. No entanto desta vez pareceu-nos que poderíamos fazer alguma coisa, contrariar e tendo em premissa que um dos nossos lemas aqui é divulgar com veracidade resolvemos então "quebrar a corrente", pegar no arquivo recebido e dar-lhe um arranjinho de modo a passar a palavra com a verdade nua e crua lá escarrapachada.
Sendo assim convidamos os nossos amigos e amigas a visitarem O ASTRONAUTA DE SALAMANCA, uma apresentação de slides PowerPoint a que "demos um toque pessoal" (música de fundo e tudo) e onde vos mostramos o astronauta, porque ele existe, esculpido nas pedras da Catedral, porque é lá que ele reside, só que vos contamos a verdadeira história da Catedral de Salamanca como a vimos nos dias de hoje lembrando-vos, a propósito, que deveis ter muita atenção com todo e qualquer produto que vos é "vendido" via internet... pesquisai sempre e bastante, em várias fontes e de preferência em fontes que se contradigam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16




calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031