Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Velhos tempos

por neves, aj, em 08.01.09

Photobucket... breve entrada dedicada aos saudosistas dos bons velhos tempos, condimentada com uma pitada de ironia, tá claro, lembrando que cada um come aquilo que quer e, essencialmente, do modo que bem entende ou por outras palavras cada um que interprete à sua maneira o que lhe servimos sendo desde já ponto assente que de maneira alguma desejamos incutir vícios aos nossos jovens... como gerações passadas, as tais dos bons velhos tempos, nos incutiam a nós. Ressalve-se que de maneira alguma tentamos aqui culpar os nossos pais ou avós antes sim o sistema que fazia rodar Portugal: a coisa estava assim feita e as expressões qualidade de vida ou saúde pública ainda nem estavam inventadas. Para mais o tabaco era uma grande fonte de receita para o Estado, tal como hoje, e como era necessário encher os cofres toca a pôr o pessoal a fumar... não se olhando a meios como podem reparar pelo conselho dado de forma indirecta pelo profissional de saúde [clicar na imagem para ampliar], lembrando ao pessoal mais desavisado que nada era feito à revelia, que tudo o que era escrito e publicado naquele tempo era visado por uma comissão de censura sob a alçada do Governo.
Antes de vos apresentarmos AINDA SE LEMBRA?, uma apresentação de slides com coisas do antigamente de que faz  parte esse rótulo de cigarros PORTO (tabaco forte p'ra caramba, diga-se) é nosso desejo pedir desculpa aos cotas da nossa idade (e acima)por, em parte, lhes descobrirmos as carecas sobre algumas virtudes do antigamente e de, ao mesmo tempo, darmos base contestatória ao adversário, afinal aos nossos jovens, que assim já podem retorquir se martelados com os mesmos sermões herdados de tempos de antanho.

Mas, atenção! Que os jovens leitores não se coloquem no pedestal das gerações e que entendam que naqueles tempos, nós jovens de então, não tínhamos os meios de hoje para nos elucidarmos (nem interessava ao tal sistema que tivéssemos) nem havia a divulgação que actualmente existe sobre os malefícios de muitos produtos entre os quais este, o cigarro, um dos mais perniciosos que o homem aprendeu a fabricar a partir de uma planta descoberta na América em tempos coloniais e que é causador de inúmeras doenças do foro respiratório e circulatório. Pelo exposto ficam assim avisados os estimados meninos e meninas, homens e mulheres de amanhã, que não deveis levar a mal se alguém vos chamar asno por agora começardes a fumar e também de que deveis ter sempre presente as regras da (boa) contestação: educação e respeito... além do mais, não deveis esquecer que Janeiros chegam depressa e que a sabedoria popular nos diz que "novo és, velho serás, conforme fizeres assim receberás (ou que te farão a ti).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:59

O Pinguinzinho vs Os Pestinhas

por neves, aj, em 08.01.09


Campeonato Distrital de Escolas (Juniores E) da AF Viseu, Série F
13ª jornada – 1ª Fase

O Pinguinzinho 4-1 Os Pestinhas

PhotobucketSábado, dia 10 de Janeiro de 2008...
Depois de uma noite gélida, com quase todo o País a acordar coberto por um manto branco de neve, o Sol brilhava nesta manhã ao redor do Estádio Dr. Estêvão de Faria em Santa Comba Dão, e ao contrário da temperatura baixa que se fazia sentir o ambiente estava quente, bem quente, por sinal.
Ora pois, futebol é futebol e não nos podemos esquecer que se iam defrontar os dois primeiros classificados desta Série F da 1ª Fase do Campeonato Distrital de Escolas (Juniores E) da AF Viseu.
Convocados d' O Pinguinzinho: Diogo Garrido (guarda redes), Leonardo (guarda redes), Xavier, João Morgado, André, Rafael, Gabri, Kikinho, Marques, Leandro, Messi e Gaspar.
Constituição da equipa inicial: Diogo (guarda redes); Xavier; João Morgado; Rafael, André (capitão da equipa), Gabri e Marques.

Sem chuva... mas com chapéus!

Photobucket

Grande jogo de futebol realizado por jovens com idade entre os 9 e os 10 anos, entre as equipas O Pinguinzinho e Os Pestinhas.
A equipa da casa começou como de costume, ou seja, ao ataque e logo no primeiro minuto de jogo inaugurou o marcador: depois de um remate de André que o guarda-redes contrário defendeu para a frente, Marques não perdoou e fez o 1.º golo do encontro, um belo chapéu, o primeiro.
Viveu-se então uma fase de jogo muito equilibrado ou não estivessem frente a frente os 1.º e 2.º classificados. Vem a propósito recordar que à partida para este encontro O Pinguinzinho totalizava apenas vitórias e Os Pestinhas tinham somente uma derrota, precisamente contra O Pinguinzinho no desafio da primeira volta.
Aos 8 minutos de jogo surgiu o golo do empate d' Os Pestinhas, afinal o primeiro golo sofrido em casa pela equipa d' O Pinguinzinho após cinco jogos com 68 golos marcados e zero sofridos; diga-se, em abono da verdade, um belo golo da equipa forasteira depois de uma boa arrancada do seu n.º 10, um jogador sempre em destaque, que cruzou para o centro da área para um seu companheiro e este, assim, igualou a partida, não dando qualquer hipótese ao guarda-redes da casa, Diogo Garrido.
Mas, foi sol de pouca dura como costuma dizer-se, já que no minuto seguinte Diogo Garrido entrega a bola a Rafael e este depois de fintar o defesa flectiu para o centro e à saída do guarda-redes adversário fez um grande chapéu. Estava desfeito o empate curiosamente com mais um chapéu, o segundo do desafio. A equipa da casa mandava no jogo com André a pautar o jogo a meio campo e a servir muito bem os irrequietos Gabri e Rafael, em suma a equipa d'O Pinguinzinho criava mais oportunidades de golo. No entanto este não apareceu e foi com o resultado de 2-1 que as equipas foram para o intervalo.
Na segunda parte a técnica de jogo manteve-se e aos 31 minutos, Rafael tentou fazer mais um chapéu... poderia ter sido outro grande golo, só que desta vez o guarda-redes adversário fez a defesa do jogo. Mas o Pinguinzinho não baixava os braços e o recém entrado Leandro que substituiu Xavier, lesionado, aumentou a vantagem para 3-1 aos 32 minutos. Cinco minutos depois foi a vez de Gabriel fazer o 4-1. E estava assim feito o resultado final, com uma vitória justa para O Pinguinzinho. Podemos dizer que este foi o jogo mais emotivo e com mais trabalho que tivemos até agora. E mais uma vez, com muito trabalho e espírito de equipa conseguimos. Viva O Pinguinzinho.

No próximo Sábado, dia 17 de Janeiro, pelas 10 horas e 30 minutos, a equipa d' O Pinguinzinho desloca-se a Lajeosa do Dão para disputar o último jogo desta fase. Esperamos que a vitória nos sorria, para assim podermos acabar esta fase somente com vitórias. Vamos trabalhar para conseguir ... vencer, vencer, vencer!, porque é este o nosso lema!
Força equipa!

Rafael Fernandes
Santa Comba Dão

resultados e classificação

equipa de Escolas

futebol jovem santacombadense

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:45




calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031