Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Primeiro-Ministro insultado no Parlamento

por neves, aj, em 10.02.09

quem é Pedro Guina

A opinião de PEDRO GUINA

Primeiro-ministro insultado no Parlamento

Confesso que não gostei nada do último debate parlamentar na Assembleia da República. O Parlamento devia ser a praça da liberdade, do respeito e da educação e, acima de tudo, um exemplo de ética e de urbanidade para o país.
Quer os políticos simpatizem mais ou menos uns com os outros, a verdade, é que a ética política impõe deveres inalienáveis.
Esta semana, enquanto Sócrates brilhava a arrasar a direita, ouviu-se nos microfones que estão em frente aos deputados um deles a apelidar o Primeiro-ministro de "palhaço".
Que vergonha! Não sei quem foi o deputado. Só sei que tal injúria foi audível, tanto mais que foi captado pelo sistema de som das Câmaras de televisão. Como é possível que no mesmo Parlamento onde brilharam vultos como Fernandes Tomáz, Álvaro Cunhal, Mário Soares, Maria de Lurdes Pintassilgo ou Manuel Alegre haja deputados que utilizem tal linguagem e que o Primeiro-Ministro de Portugal seja tratado de tal forma.
Uma coisa é certa, pode-se aprender muitas coisas nos bancos de faculdade, mas há uma que não se aprende (ou se tem, ou não se tem): a boa educação!

Pedro Guina
Advogado

www.pedroguina.blogspot.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:11

Bragança

por neves, aj, em 10.02.09

... não a cidade propriamente dita e sim a região, em entrada feita com carinho e muita consideração pelas gentes transmontanas que, entre outras milhentas coisas, tão saborosas iguarias oferecem a Portugal.

PhotobucketDiga-se que se não fora uma apresentação em slides PowerPoint sobre o Distrito bragantino que já andava aqui pelos nossos arquivos há bastante tempo, talvez esta entrada não nascesse, porque, confessamos, somos pobres de saberes sobre a região (quem sabe se num futuro próximo não vamos melhorar?) limitando-se os nossos conhecimentos a Ansiães, mais propriamente a uma Páscoa na aldeia de Pombal de Ansiães pertencente ao município de Carrazeda e a uma inesquecível viagem de comboio (trem) na Linha do Tua (que acompanha o rio de mesmo nome) até à estação ou apeadeiro de São Lourenço, sítio de águas termais sulfurosas (como as do nosso Granjal santacombadense) que, curiosamente, nos ajudaram a debelar um problema de pele na face.
Diga-se também que quase de certeza a citada apresentação nos foi enviada pelo amigo Jota-Jota, afinal o nosso principal abastecedor destes documentos que, regra geral, musicados, espalham mundo afora em imagem e/ou texto não só terras ou locais mas também mensagens pessoais e até informação da actualidade mundial, de forma séria e responsável ou caricaturada. Geralmente circulam de mail em mail, um pouco como As Pombinhas da Catrina, distribuindo gratuitamente momentos prazerosos a todos sem distinção e contribuindo grandemente, também, para o enriquecimento cultural de cada um.
Mas, diga-se ainda que se a apresentação DISTRITO DE BRAGANÇA é o combustível que nos está a alimentar o texto já a faísca que espoletou todo o processo foi uma entrada do nosso amigo Santos Passos, de certeza absoluta o mais transmontano dos brasileiros, que no seu Bazar nos confessa, entre alheiras e chouriças, nunca ter visitado a Feira do Fumeiro em Vinhais e ainda nos dá conta das razões que o impedem de já estar a residir por terras lusitanas... vida rica, bem preenchida, a deste nosso patrício que a partir de 2011, muito provavelmente, se prepara para curtir (entre alheiras, chouriças, presuntos e salpicões) uma rica vida lá por trás dos montes onde a vida corre calma, sem stress, afinal condição sine qua non para uma aposentadoria ou reforma em beleza.
PhotobucketContudo, e fazendo jus ao velho ditado de que não há bela sem senão, o amigo Santos Passos falha redondamente (desculpa lá ó pá) esquecendo-se de emoldurar a sua Feira do Fumeiro (posteriormente descobrimos que no Bazar até tinha ofumeiro do primo Flávio) com uma imagem daquele que para muitos será um dos mais ricos tesouros que os deuses da criação e da inspiração ofereceram aos lusitanos, os quais não se fazendo rogados nem invejosos e valendo-se do seu engenho e arte vão espalhando a dádiva por todo a parte. Em vias de tal, e como para amigos mãos rotas, oferecemos nós uma (bela) foto (que pode ser ampliada com um clique) de um fumeiro algures por terras nordestinas portuguesas e que só não é a de destaque porque achamos que a representação escultórica em rotunda da cidade de Bragança [foto que faz parte da apresentação] será mais merecedora visto que nos retrata afinal o que dá vida à região: o Povo em labuta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Os netos e os avós: uma relação positiva

por neves, aj, em 10.02.09

quem é Lara Guina

A opinião de LARA GUINA

Os netos e os avós: uma relação positiva

Nos dias que correm, existem muitos idosos que vivem em casa das suas famílias. Assim, é natural que não se fale apenas em avós, mas também em bisavós que, hoje em dia ajudam os seus filhos a tomarem contam da geração mais jovem, os netinhos. Isto acontece porque os pais trabalham e necessitam de apoio a este nível. Os avós ainda podem ser pessoas activas na sociedade e não idosos.
Os avós assumem diversos papéis. Prestam apoio emocional, são um suporte sócio-económico, transmitem toda a sua experiência de vida aos netos, acabando por terem uma grande importância na educação e desenvolvimento da geração mais jovem. Os avós buscam desenvolver nas crianças a socialização, a criatividade e poderão ser figuras de referência, ou seja, poderão transmitir-lhes confiança, afectividade, segurança e sabedoria.
Quando a mãe é muito jovem ou não está presente, os avós tendem a tomar conta dos netos, no sentido de, serem eles os cuidadores, acabando por se tornarem responsáveis pela educação e desenvolvimentos deles. Alguns autores referem sobretudo a importância da avó materna nos cuidados básicos dos netos, pois estas avós sentem-se como uma mãe substituta. Esta presença da avó é de grande importância não só para a criança, mas também para a própria mãe adolescente que se sente segura e apoiada em muitas tarefas novas para ela.
Os avós podem ter diferentes significados, dependendo da família em que estão inseridos. Cada família é uma família. Uns avós poderão significar um suporte sócio-económico, outros poderão significar os cuidados básicos e educação e, outros poderão significar as duas coisas. Os avós também são muito importantes em fases menos boas da família, como por exemplo, problemas económicos ou divórcio e, nestas situações, tendem a prestar mais apoio aos netos quando estes têm os pais separados.
Os netos também têm um papel importante porque, os avós que têm prazer em ser avós, melhoram a sua qualidade de vida, pois não estão tão sozinhos, riem-se, e distraem-se. As crianças não discriminam os idosos e brincam com eles sem vergonha.
Assim, são imensas as contribuições para o desenvolvimento das crianças decorrentes do convívio entre avós e netos. Imensas também são as contribuições para os avós que mantêm esses relacionamentos fortes com os netos.

Lara Guina
Psicóloga Clínica

http://laraguina-psicologa.blogspot.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20

O Pinguinzinho vs Os Pestinhas (2ª fase)

por neves, aj, em 10.02.09


Campeonato Distrital de Escolas (Juniores E) da AF Viseu, Série C
1ª jornada – 2ª Fase

O Pinguinzinho   5-3  Os Pestinhas

PhotobucketSábado, 14 de Fevereiro de 2009, pelas 10 horas e 30 minutos, no Estádio Dr. Estevão de Faria, começou, finalmente, a 2.ª fase do campeonato. Manhã soalheira, excelente para praticar futebol. Duas grandes equipas. Estavam, assim, reunidas todas as condições para um grande desafio!
Convocados d' O Pinguinzinho:  Diogo Garrido (guarda-redes), Leonardo (guarda-redes), Xavier, João Morgado, André, Rafael, Gabri, Marques, Messi, Kikinho,  Leandro e Rui Pedro.
Constituição da equipa inicial: Diogo (guarda-redes); Xavier; João Morgado; André (capitão de equipa); Rafael, Gabri e Marques.
Marcadores d' O Pinguinzinho: Gabri (2 golos), André (1 golos), Marques (1 golo) e Kikinho (1 golo).

Não há duas sem três...

Depois de três semanas sem jogos oficiais regressou o Campeonato Distrital de Escolas para disputa da 2ª Fase perante um adversário que já conhecíamos, Os Pestinhas, com mais uma vitória da equipa da casa. Na verdade este foi o terceiro jogo disputado esta época entre as equipas e a terceira vitória d' O Pinguinzinho.

Logo de início verificou-se que o jogo ia ser renhido. O Pinguinzinho entrou no jogo ao ataque, mas as coisas não saíam como estávamos habituados na 1.ª fase: marcar logo no 1.º minuto!
Pior... a nossa equipa sentia dificuldades tanto que aos 11 minutos, João Morgado se viu obrigado a cometer penalty, mas o guarda-redes Diogo Garrido defendeu. O Pinguinzinho não conseguia dar seguimento às jogadas e aos 14 minutos, com alguma infelicidade para o Diogo Garrido, Os Pestinhas marcaram. Estava, assim, feito o 0-1. A equipa da casa encontrava-se pela primeira vez a perder, coisa que nunca acontecera na 1.ª fase. Os atletas d' O Pinguinzinho sentiram o toque, estavam muito nervosos, mas, sem nunca baixar os braços, atacavam com tudo o que tinham. Aos 17 minutos até poderiam ter empatado por Rafael que teve o golo nos pés, mas rematou por cima da baliza. A infelicidade também não nos largava já que mesmo em cima do apito para o intervalo Gabri rematou à barra, perdendo assim uma oportunidade fantástica.
Foi portanto com O Pinguinzinho a carregar e com o resultado desfavorável de 0-1 para os visitados que as duas equipas foram para o descanso regulamentar.

PhotobucketNa segunda parte, logo aos 3 minutos, Gabri fez o golo do empate.
O Pinguinzinho mostrava que queria vencer, entrando bem na segunda metade do desafio. No entanto, e com os ânimos muito quentes fora das quatro linhas, foram os adeptos dos Pestinhas que festejaram o 1-2, golo feito em puro lance de contra-ataque. Mas foi Sol de pouca dura, já que Marques logo no minuto imediato empatou.
Com o resultado em 2-2 surgiu o lance mais polémico do jogo: decorria o minuto 37 e foi marcada grande penalidade a favor d' O Pinguinzinho com o treinador d' Os Pestinhas a ser expulso por comportamento incorrecto. Na marcação, André não perdoou e fez o 3-2 para os donos da casa. Finalmente O Pinguinzinho estava em vantagem no desafio. Foi a euforia dos adeptos. E a partir daqui a equipa da casa, já completamente desinibida, explanou o seu futebol: quase de imediato fez o 4-2 por intermédio de Gabri aos 39 minutos e Kikinho no minuto seguinte elevou para 5-2. Contudo Os Pestinhas não baixaram os braços e reduziram a 7 minutos do fim estabelecendo o resultado final em 5-3.

Vitória justa da equipa da casa, que fez tudo para vencer, mas muito suada já que do outro lado também esteve uma grande equipa. O Pinguinzinho entrou da melhor maneira nesta 2ª Fase: a vencer... afinal fazendo jus ao nosso lema: Vencer, vencer, vencer!
No entanto, deste encontro ficou um grande aviso e podemos concluir que nada irá ser como na 1.ª fase.

No próximo Sábado, dia 21 de Fevereiro, pelas 11 horas e 30 minutos, O Pinguinzinho irá deslocar-se a Canas de Senhorim  para disputa de desafio referente à 2ª Jornada. O adversário é o clube local que, a propósito se informa, vem de uma derrota em Mangualde (1-3).
Esperamos que a vitória nos sorria!

Rafael Fernandes
Santa Comba Dão

resultados e classificação da 2ª fase

equipa de Escolas

futebol jovem santacombadense

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

Paz

por neves, aj, em 10.02.09

(pela primeira vez escrevemos acerca, mas vivemos intensamente o drama, oh se vivemos)

PhotobucketLemos que finalmente chegou a Paz, não propriamente para Eluana porque há muito não possuía emoções, mas para seu pai, para a família e amigos, enfim para todos que a amavam. Que agora todos se calem, religiosos e políticos de palavras ocas e oportunistas e todos os sádicos amantes do sofrimento sem esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:22




calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728