Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As crianças e as armas

por neves, aj, em 21.04.09

(a nós já não nos comem as papas na cabeça com facilidade )

... ou as artimanhas da (des)informação que levam os incautos a mastigar e a engolir a paparoca sabiamente preparada pelos poderosos donos de interesses. Com mestria, e sub-repticiamente, aqueles manipuladores da opinião pública levam ainda os desatentos a ajuizar prematuramente e a tomar partido sem se preocuparem em ver os dois lados da questão.

Photobucket
clicar na imagem

O que nos leva a escrever é esta fotografia. Melhor dizendo, a legenda que a acompanha: Garotos palestinos brincam com armas em um campo de refugiados de Ramallah, na Cisjordânia.
Antes de analisarmos esta dúbia expressão tenha-se em atenção que a foto foi publicada ontem no portal noticioso UOL.com.br,  não nos chegou via e-mail numa daquelas cadeias ou correntes que circulam de amigo para amigo e onde muitos dos textos carecem de veracidade por omissão das fontes de publicação, trazendo por vezes apenas o nome do autor, geralmente credível, mas sabemos nós por experiência que nem sempre bate certo sendo que alguns dos textos até são adaptações. Um dos casos mais flagrantes é uma crónica atribuída ao jornalista do Público Eduardo Prado Coelho, Precisa-se de matéria-prima para construir um País, que nos levou a pesquisar na rede (dado o exagero negativista na apreciação) para encontrarmos o mesmo texto, logicamente que adaptado à realidade brasileira, mas já com autoria atribuída aJoão Ubaldo Ribeiro. Chatos ou persistentes, fizemospesquisa mais aturada e afinal parece que a autoria do texto também não é pertença deste escritor brasileiro que curiosamente recebeu o Prémio Camões em 2008. Sendo assim, que sejam os leitores  a fazer o favor de tirar as conclusões sobre tanta coisa que nos enfiam olhos adentro com o propósito único de nos fazerem a cabeça.

Bom, mas a fotografia.... na foto que foi publicada pelo portal Uol, repetimos, a legenda diz-nos que garotos palestinos brincam com armas. Não haja dúvida alguma que a foto não mente já que a arma é bem visível e apesar de não percebermos nada de armas até nos atrevemos a dizer que é sofisticada. A questão que se põe é se realmente a arma é  verdadeira, se é mortífera, independentemente de estar ou não carregada com balas ou se é brinquedo. Cremos que a ideia da publicação é exactamente essa, a de fazer crer aos incautos que os pais palestinianos são uns bandidos sem vergonha que permitem que seus filhos "brinquem" com armas reais, brincadeira esta que até pode ser interpretada como um treino fazedor de "terroristas" ou então lançar a dúvida na mente dos mais cautelosos que se perguntam se a arma não será de plástico, por exemplo. Afinal mesmo vivendo em clima de terror e apesar de concentrados num campo de refugiados, são miúdos e têm direito a brincar, mesmo com armas, porque não é essa brincadeira que os vai tornar violentos ou cordeirinhos. Garantido, por experiência própria, já que este que vos escreve também fabricou na infância e adolescência as suas pistolas de madeira para usar nas animadas coboiadas com os amigos, Outeirinho abaixo, Outeirinho acima, e actualmente é um radical anti-armamento da população, que tem horror a armas e que dá imensas graças a Abril, o libertador da Guerra Colonial, por o ter livrado de disparar um tiro que fosse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11




calendário

Abril 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930