Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uribe e Chávez

por neves, aj, em 26.05.09

Esta é mais uma daquelas crónicas que fugiu do controle. Inicialmente era só a foto (que deve ser clicada) e a informação de que Uribe quer mais um mandato, afinal aproximar-se do vizinho Chávez...

PhotobucketChávez não necessita de apresentação: chamam-lhe já o Fidel da América do Sul. Preside aos destinos da Venezuela, um país democrático, no entanto é apelidado de ditador, apesar de eleito por sufrágio universal. Tudo porque conseguiu que o Parlamento alterasse a Constituição de modo que o Presidente da Venezuela, não ele propriamente, possa ser reeleito indefinidamente. É rejeitado pelo núcleo de países alinhados à volta da esfera capitalista e os EUA "não podem com ele", sentimento esse que é recíproco diga-se em abono da verdade. Em suma, deve ser um dos nomes mais badalados pela imprensa mundial e "todo o mundo" sabe quem é.
De Uribe fala-se menos. Bem menos. E quem lhe dá áurea serão as FARC, a que chama de terroristas e que combate, e nem tanto a Presidência da Colômbia que lidera. É amado pelos EUA, aliás, é o amigo do peito dos norte-americanos na América do Sul (talvez o único amigo). Proclama-se por aí que trabalham juntos no combate ao narcotráfico, no entanto também se diz por aí que Uribe teve fortes ligações com Pablo Escobar, o senhor da droga, o mentor do cartel de Medellin. Em suma, bem visto pela "imprensa alinhada", mas nem tanto pelos seus vizinhos.
Perguntar-nos-ão agora porque trouxemos hoje aqui estas duas figuras que são vistas (e tratadas) de forma tão diferente (antagónica) pela tal imprensa (alinhada) que faz com que o mundo pró-ocidental veja Satanás em Chávez e Uribe como um anjo. Simples, muito simples. É que como não somos alinhados cumpre-nos denunciar em letras gordas que afinal eles nem estão tão distantes um do outro no que toca a querer ficar no poleiro: se Chávez já tratou da vidinha de modo a ter possibilidades de se aguentar na cadeira durante sabe-se lá quanto tempo (apesar de que, note-se bem, não em ditadura como se apregoa por aí mas eleito e reeleito através de eleições sucessivas que as próprias Nações Unidas consideram livres) Uribe está a começar a amanhar-se. Assim, o Senado da Colômbia, dominado pelas forças políticas fiéis a Uribe, resolveu recentemente aprovar referendo que permita mudar a Constituição da Colômbia de modo que a reeleição de Uribe para um terceiro mandato seja possível. Tal qual Chávez, embora a imprensa (alinhada) se tenha preocupado em não fazer ondas, quer continuar à frente dos desígnios da nação colombiana para além do tempo estipulado pela Constituição actual. A diferença entre Uribe e Chávez é que Chávez "acelerou a fundo" enquanto que Uribe avança mais lentamente, por ora mais um mandato. Resta saber se fica por aqui, se perto do final do terceiro mandato não tenta fazer mais uma emenda constitucional, afinal pode não resistir à influência do vizinho.
Temos todo o direito de duvidar, mas só o exprimirmos para dar tratamento igual aos dois presidentes que deram título a esta nossa crónica, porque em verdade vos dizemos caros amigos e amigas: não nos interessa nada, absolutamente nada, que Uribe fique mais um mandato ou até que fique vitalício na cadeira da Colômbia, como também não nos interessa nada, absolutamente nada, que Chávez cole ou não cole no trono presidencial da Venezuela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:44

Escandaloso

por neves, aj, em 26.05.09

Dizem os de Direito que um indivíduo só é considerado culpado após a sentença transitar em julgado (de onde não cabe mais recurso) e nesta autêntica jaula a maioria ainda nem foi perante o juiz.

Photobucket
clicar na foto

Um verdadeiro desafio às leis da Física, como definiu um agente da Polícia local: no espaço de 36 co-habitam 281.
Verdade, não há erro de digitação, duzentos e oitenta e uma pessoas ocupam o espaço reservado para trinta e seis. Quase 8 (oito) vezes mais que a lotação.
Imagine-se o caro leitor a viajar em autocarro ou ônibus com lotação de 50 e onde você é um dos 400 que nele "tomaram assento".
Cada um que tire as respectivas conclusões, porque nós nada mais dizemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:48




calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31