Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um burro na Terra Santa

por neves, aj, em 10.01.09

PhotobucketA foto é antiga, não muito, sendo no entanto importante de salientar que não é recente. Afinal é de 30/10/2008 e andava perdida na desarrumação dos nossos arquivos, mas vem agora bem a propósito e até fazendo jus ao novo provérbio de que deves atolar as pastas de material que encontras por aí que um dia farás entrada.
Bom, a
foto.
Verdade seja dita que a nós parece-nos que se trata de um provocação: basta focar que estamos em cidade daCisjordânia, terreno reclamado pelos palestinos e ocupado por Israel onde foi construído o célebremuro, e que a placa automóvel aposta às partes traseiras do burro identifica os veículos israelitas ou israelenses. Contudo a legenda que a foto nos oferece diz que ... não foram encontradas explicações para uma licença de placa de automóvel estar em um burro... o que nos obriga também a levar em consideração se não se tratará realmente de animal de propriedade judaica cujo dono, muito zeloso, quer manter as devidas distâncias até em matéria de asnos, porque afinal caros amigos e amigas, há burros e burros e ninguém porá em dúvida que um burro que carrega no lombo um rei ou um príncipe está uns furos bem acima de um burro plebeu.
De igual modo, e muito provavelmente na concepção de uma grande fatia do pessoal que habita este conturbado planeta principalmente aquele que emprenha pelos ouvidos, um burro palestino será sempre um burro, um asno, um burro de carga, enquanto que um burro israelita ou judeu deve ser sempre de levar em consideração porque podem-lhe correr nas veias genes de ancestrais famosos: os burros que carregaram David e outros reis ou o mais célebre deles, o charmoso burrinho que transportou Maria grávida de Cristo e que fez quadro no Presépio ajudando-os ainda a fugir de Herodes ou aqueloutro em que o denominado Salvador se fez transportar aquando andou pela Terra em pregação da fraternidade e da Paz entre os Homens, antes de subir aos Céus, claro... acto que, verdade seja dita e em opinião estritamente pessoal e completamente despida de toda e qualquer religiosidade, não sabemos se teria sido o mais correcto: quanto a nós deveria Ele talvez ter-se deixado ficar porque pelos vistos ninguém encontra fórmula para a Paz naquela terra e que só é Santa na boca dos optimistas e fanáticos religiosos já que anda ao deus dará e vai-se auto-destruindo aos poucos.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:15


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031