Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Urnas biodegradáveis

por neves, aj, em 25.07.10

... será a solução para o [grave] problema do sepultamento dos mortos em países populosos? Provavelmente, mas convenhamos que não só nessas regiões hiperpovoadas e sim no mundo em geral.
Não fiqueis escandalizados, caros amigos e amigas, por os nossos mortos serem na verdade um problema, e grave. Atente-se neste pequeno trecho de esclarecimento que pertence ao texto que acompanha a foto publicada... na China, onde é proibido enterrar corpos inteiros desde 1991, o Governo obriga os familiares a cremá-los, assumindo os custos do processo, para depois deixá-los descansar em columbários (câmaras para depósito de cinzas) por 20 anos ou enterrar por cerca dez mil iuanes (US$ 1.475). A proibição nasceu como medida para combater os problemas que surgem no país com as 10 milhões de mortes anuais: a falta de espaço nos cemitérios, a poluição e o desmatamento provocado pela produção de caixões de madeira.

Photobucket
clicar para ler texto

Se nos despirmos, por instantes, dos conceitos religiosos, e nos perguntarmos se é possível arranjar um canto no gavetão da nossa memória para lá depositarmos os nossos mortos, então sim, parece que com medidas destas  o problema dos mortos deixa na verdade de ser problema e o bem-estar dos vivos continuará a ser uma realidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031